Os alimentos e seus benefícios


A alimentação é fator primário para a saúde, aliada à herança genética e hábitos de vida. Uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes previne distúrbios, mantendo o organismo em equilíbrio. Além disso, promove o bem estar e a disposição geral. Conheça um pouco mais sobre alguns dos alimentos que você consome, aproveitando de forma consciente suas propriedades nutritivas e terapêuticas.

Abóbora
Tem grande quantidade de vitaminas A, C, B1, B2, B5 (niacina) e o mineral cálcio, fósforo e ferro. É um alimento de alto valor nutritivo e de fácil digestão, com grande teor de vitaminas A, C, B1, B2, B5 (niacina) e cálcio, fósforo e ferro. As sementes frescas, sem pele, moídas e misturadas com mel combatem os vermes, principalmente a tênia, conhecida como solitária. Para as gestantes são uma boa ajuda contra náuseas, enjôos e vômitos.

Abobrinha
Tem cálcio, fósforo e ferro. É um alimento importante para regular os intestinos. Para aproveitar bem seus minerais e vitaminas, devemos prepará-la com casca.

Agrião
É rico em vitaminas A, C, ferro, enxofre e potássio. Dos talos às folhas o agrião tem várias propriedades terapêuticas, age como antiinflamatório nas colites, combate o ácido úrico nos organismos sobrecarregados pela ingestão de muita carne, leite e ovos. Atua também nos casos de tuberculose, raquitismo e pedras nos rins. Diminui os efeitos tóxicos da nicotina. Para aliviar o catarro e as secreções de quem tem bronquite crônica, a medida é meio copo de suco puro todos os dias. Para o tratamento de colites e enfermidades do intestino grosso recomenda-se uma mistura de sucos de agrião e rúcula.

Alface
A alface não tem grande valor nutritivo, embora contenha quantidades razoáveis de vitamina A e C, de cálcio, fósforo e ferro. Contém ainda um princípio calmante muito eficaz, indicado para as pessoas que têm insônia ou são muito tensas e agitadas. Rico em fibras (celulose) o seu consumo pode aumentar a motilidade intestinal ajudando assim, a equilibrar as funções intestinais.

Alho
Estimula a secreção salivar e do suco gástrico, aumenta o apetite, regula a digestão, combate a diarréia. Atua como anticoagulante protegendo as artérias do coração, pulmão e cérebro. É utilizado no tratamento de dislipidemias (colesterol alto, triglicerídeos elevados) e da hipertensão arterial.

Banana
Nutricionalmente, a banana é conhecida como uma excelente fonte de potássio, sendo indicada para evitar cãibras. Mas essa fruta é rica em minerais além do potássio. Ela contém sódio, cloro, fósforo, magnésio, enxofre, cálcio além, da vitamina A, B1, B2, niacina e vitamina C.

Berinjela
De origem indiana, a berinjela é um dos ingredientes que sempre devem fazer parte da alimentação. Por não apresentar gorduras e pelo seu conteúdo de fibras, vitamina (vitamina C e folacina) e, principalmente minerais (cálcio, magnésio, potássio, fósforo e ferro) ela é indicada para as pessoas que querem manter a forma e a saúde. Muito tem se falado da ação do suco ou chá de berinjela na redução do nível de colesterol. Faz-se assim: coloque uma fatia pequena de casca crua ou seca de berinjela em uma xícara de chá de água em fervura. Deixe borbulhando por cinco minutos. Abafe e espere descansar por 15 minutos. Coe. Tome 1 xícara desse chá, duas vezes ao dia, sendo a primeira dose de manha, em jejum. Os pesquisadores ainda não desvendaram totalmente como agem os princípios ativos da berinjela, mas acreditam que eles inibam, em parte, a absorção intestinal de gorduras.

Brócolis
Alimento rico em cálcio, ferro e vitamina A. É recomendado para pessoas que apresentam anemia ou necessitam de cálcio (crianças, adolescentes, idosos e portadores de osteoporose). Também é calmante, laxativo e diurético.

Cebola
Entre as vitaminas encontradas na cebola estão a folacina, vitamina C e vitaminas B6. Os principais minerais encontrados são o sódio, potássio, fósforo e cálcio. Possui substâncias que ajudam na dissolução de coágulos. Por isso é utilizada como alimento na prevenção de tromboses. Indicada para dieta de pessoas que possuem patologias relacionadas com o aparecimento de trombose como diabetes, hipertensão, dislipidemias e obesidade.

Couve
Contém vitamina B e mais vitamina C que a maioria das frutas cítricas. É muito rica em minerais, principalmente em enxofre, potássio, iodo, cobre, flúor, cálcio, fósforo e ferro. Por isso é considerado um alimento que restabelece a necessidade de minerais em nosso organismo. As propriedades medicinais da couve são muitas: previne e combate distúrbios da glândula tireóide, as enfermidades do fígado, cálculos da vesícula e dos rins, as hemorróidas, a colite ulcerosa, as menstruações difíceis e dolorosas e a anemia. O suco é usado como cicatrizante de úlceras do estômago e duodeno. O suco do talo da couve combate o desejo de bebidas alcoólicas. Fervida em água fervente por 1 minuto, e coada, obtém-se um caldo para combater a tosse, asma, catarro e doenças inflamatórias da pele.

Cenoura
É importante na alimentação da mulher grávida, do bebê e da criança, pois ajuda na formação do sistema nervoso, atua na boa formação dos ossos e dos dentes e, torna o organismo mais resistente as infecções. Esse bom desempenho deve-se ao fato da cenoura ser rica em caroteno, contendo ainda vitaminas B, C, D e K, cloro, flúor, magnésio, ferro, cálcio, fósforo, potássio, arsênico, cobalto, iodo, manganês e silício. Tem também uma boa dose de açúcar. Por estimular o apetite e aumentar o número de glóbulos vermelhos do sangue, é indicado nos casos de anemia. Também facilita o trabalho dos intestinos, pois estimula a vesícula, combatendo a prisão de ventre. Atua como tônico e revitalizador nos casos de fraqueza ou carência (tuberculose, pós-operatório, etc.). Fortifica e revigora células do cérebro, combate o cansaço mental e restaura o sistema nervoso. Comer a cenoura crua é a melhor forma de se aproveitar tudo o que ela tem de bom. O suco de cenoura puro combate às cólicas renais e elimina o excesso de água no organismo. Também age contra o reumatismo e a gota. Misturado com mel limpa às vias respiratórias e elimina catarros, tosse e rouquidão. Ela também tem um efeito decisivo sobre a pele, mantendo sua elasticidade e juventude, fortalece ainda o cabelo e as unhas.

Espinafre
É um dos vegetais mais ricos em ferro, mas é igualmente importante fonte de vitaminas A, B, C e D. Contém cálcio, fósforo, potássio, cloro, sódio e magnésio. Por sua riqueza em ferro, é recomendado para pessoas anêmicas e desnutridas. É um dos vegetais mais importantes para corrigir o excesso de ácidos formados no organismo. É excelente para pessoas de vida sedentária, por combater a pressão arterial alta, arteriosclerose e artrites. O espinafre deve fazer parte da alimentação das crianças, porque atua de forma eficiente na ação do crescimento (fervido levemente no vapor, com os talos pode ser servido nas sopinhas, papas de legumes ou bem picadinho no meio de outros legumes. Como o gosto é forte convém usá-lo aos poucos).

Hortelã
Têm vitaminas A, B, C e minerais de cálcio, fósforo, ferro e potássio. Tem ainda mentol, que reúne propriedades antiespasmódicas (aliviam as cólicas), calmantes, tônicas e anti-sépticas. Facilita a digestão, combate à formação de gases, de cálculos da vesícula, vômitos e icterícia. No aparelho respiratório favorece a expulsão dos catarros e impede a formação de mais mucos. É um bom remédio para a laringite. A hortelã é indicada nos espasmos de estômago e cólicas intestinais e biliares. É ainda excelente para obter um hálito refrescante., mastigando-se uma folhinha.

Limão
Conhecido pela sua elevada quantidade de vitamina C, é recomendado para combater gripes e resfriados. O chá de limão com alho e hortelã é uma receita já muito conhecida e antiga. A sua composição nutricional apresenta vitaminas do complexo B, sódio, cálcio, magnésio e potássio.

Mamão
O mamão contém uma substância denominada papaína que apresenta várias finalidades como, por exemplo, facilitador da digestão, além de ser utilizado na indústria alimentícia, farmacêutica e na cosmética. Assim como a banana, o mamão é rico em potássio. Apresenta, entre os seus nutrientes, beta-caroteno, vitamina C, B1, B2, B6, niacina, folacina, sódio, cálcio, magnésio, zinco e fósforo.

Manjericão
O Manjericão é uma planta aromática com folhas ovuladas. Ideal para dar gosto em pratos à base de queijos, tomates, vegetais, saladas e é muito empregado em massas à moda italiana. Ajuda em casos de má digestão, cólicas e afecções das vias respiratórias. As folhas e flores são usadas no tratamento dos gases intestinais

Pimentão
Só deve ir para a panela no final do cozimento, preservando suas propriedades. De qualquer cor, o pimentão é uma extraordinária fonte de vitamina A e principalmente C. Ajuda e acelera a cicatrização de feridas; previne a arteriosclerose; controla o colesterol. Aumenta a resistência física, combate alergias e previne a formação de hemorróidas. Em combinação com o suco de cenoura, é um excelente auxiliar na eliminação de manchas da pele. Suco de pimentão, cenoura e espinafre misturado aliviam as cólicas e dores abdominais causadas pelo excesso de gases.

Quiabo
Rico em fibras funciona como regulador do intestino e até suave laxante. É rico principalmente em ferro e cobre. É rica também em cálcio, fósforo, vitamina A, B e C. Infusões feitas com os frutos e as folhas, adoçadas com mel são valiosas no tratamento de pneumonias e bronquites. É um alimento recomendado na convalescença dos portadores de tuberculose. Sua baba é fácil se retirar pingando algumas gotas de limão depois de cortadinho.

Rúcula
Em seu sabor picante há grande quantidade de vitaminas A e C, potássio, enxofre e ferro. Exerce uma ação especial sobre o funcionamento dos intestinos atuando como antiinflamatório nas colites. É usada em saladas cruas. O suco de rúcula combinado com o de agrião provoca uma verdadeira limpeza e desintoxicação do organismo. Como as duas folhas tem sabor muito forte, é aconselhável misturá-las ao suco de cenoura ou laranja.

Salsa
É uma das melhores fontes de vitamina A, também potente em vitamina B, C, cálcio, potássio e fósforo, enxofre, magnésio e ferro. É diurética, estimulante e depurativa, combate a formação de gases e é eficaz no tratamento do reumatismo. O suco puro aplicado em compressas faz desaparecer os “galos” arroxeados das pancadas. Um chumaço de algodão umedecido em seu suco introduzido no nariz estanca a hemorragia nasal. O chá da raiz de salsa (de sabor adocicado) combate à obesidade e deve ser tomado de manhã, em jejum.

Tomate
O tomate é fundamentalmente rico em vitamina C e em potássio, sua maior força. Contém ainda vitaminas A, B e K, cálcio, fósforo, ferro, sódio e cloro. Contém boa quantidade de licopeno. O licopeno é encontrado em maior quantidade nos tomates mais vermelhos. É uma substância antioxidante que quando absorvido pelo organismo ajuda a impedir e reparar os danos às células.
Também contêm betacaroteno, que funciona como um carotenóide pró-vitamina A. Isso significa que o betacaroteno é convertido em vitamina A apenas quando é preciso pelo organismo. Além disso, vitamina C e betacaroteno são antioxidantes, como o licopeno, e podem ajudar a proteger as células saudáveis dos danos causados pelos radicais livres.


 
     
 
Feito por Criar Comunicação